Situação “bastante difícil” em Moçambique lembrada por bispo em Fátima

O bispo de Tete (cidade e distrito moçambicano) disse hoje em Fátima que Moçambique “precisa verdadeiramente de paz” e pediu a solidariedade da comunidade internacional para um país que está numa situação “bastante difícil”.

“Aqui é o lugar onde Nossa Senhora pediu-nos para rezar pela Paz e Moçambique precisa verdadeiramente de paz”, disse D. Diamantino Antunes, citado pela agência Ecclesia, no fim da peregrinação de 12 e 13 de maio.

O bispo de Tete disse que a sua participação na peregrinação a Fátima teve por objetivo rezar pela paz em Moçambique e por “outras intenções” da Igreja local moçambicana, que “está profundamente comunhão e agradecida à Igreja em Portugal pelos gestos de fraternidade e solidariedade” para com a situação do país “que é bastante difícil neste momento”.

“Falar de Moçambique e Moçambique estar presente nas intenções dos cristãos e sobretudo da comunidade internacional é muito importante para não esquecermos a situação e encontrarmos juntos vias da solução do problema”, afirmou.

D. Diamantino Antunes sublinhou que “Moçambique sozinho é incapaz de resolver a situação” e recordou que noutros momentos da história “sempre este aberto à colaboração”

O bispo de Tete considera que “a mensagem de Fátima é plenamente atual e responde com a sua mensagem de esperança, de conversão interior, às necessidades atuais.

“Não pode haver transformação da realidade se não houver transformação dentro de nós mesmos. Nos contruímos o presente e isso depende dos valores, o bem comum e a solidariedade”, afirmou D. Diamantino Antunes. (Fonte: Ecclesia)

About the Author

Diário 560
Jornal online especializado em Economia Social

Be the first to comment on "Situação “bastante difícil” em Moçambique lembrada por bispo em Fátima"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.