ADI vence as eleições legislativas com maioria em São Tomé e Príncipe

Após alguma contestação contra a lentidão da Comissão Eleitoral Nacional (CEN), os resultados confirmam uma virada na política são tomense, com a Acção Democrática Independente (ADI) a vencer com maioria.

Contabilizando um total de 30 mandatos e 54,55% dos votos válidos (78.085 mil), isto traz de volta Patrice Trovoada, líder do partido ADI.

Os números indicam uma pesada derrota à governação de Jorge Bom Jesus, do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe (MLSTP), que ainda assim manteve-se em segundo lugar.

O presidente do CEN, no entanto, escusou-se a divulgar a distribuição de mandatos por partido. José Luiz Carlos Barreiros atribuiu ao Tribunal Constitucional esta competência.

Os eleitores também votaram para as autárquicas e regional da Ilha do Príncipe. Estes resultados ainda não foram apresentados. Pela primeira vez, também foram votados representantes no círculo europeu e na África.

A taxa de abstenção terá sido de 33,34%. Os observadores da UE e da CPLP emitiram há poucas horas seus pareceres preliminares. (Fonte: CEN e imprensa local)

About the Author

Da Redacção
Conteúdos apurados pela Redacção do Diário 560, com auxílio de colaboradores.