Ilda Figueiredo faz chegar ao executivo do Porto os problemas e propostas dos imigrantes

Cerca de 45 pessoas estiveram presentes na passada segunda-feira 13, no Auditório da Cooperativa do Povo Portuense, para a segunda Tribuna Pública sobre questões da Imigração.

Realizada por iniciativa da vereadora da CDU Ilda Figueiredo, estiveram presentes cidadãos dos Palops, Senegal, Brasil, Colômbia, Venezuela, Bangladesh, muitos a representar associações de imigrantes em actividade.

“Nos próximos dias, farei o Dr. Rui Moreira ouvir estas questões todas aqui expostas”, disse Figueiredo, aludindo a possibilidade de se repetir um encontro como este dentro da própria Câmara Municipal.

Segundo Ilda Figueiredo, o executivo da Câmara aprovou a reactivação, e não a criação, do Conselho Consultivo Municipal das Comunidades, na sua última reunião, apenas para não ceder o mérito da proposta à CDU.

No passado, já houve um órgão consultivo dos imigrantes, no entanto, a iniciativa teve vida curta, sendo esvaziado pelos executivos camarários posteriormente eleitos. Hoje em dia, Ilda Figueiredo tornou-se a voz dos imigrantes na Câmara.

Entre 7 a 8% da população do concelho do Porto é composta por imigrantes. Estima-se que o número seja ainda maior, se incluir-se nas contas os indocumentados.

About the Author

Marcelo de Andrade
Editor do Diário 560. Jornalista e Fotojornalista há 25 anos.

Be the first to comment on "Ilda Figueiredo faz chegar ao executivo do Porto os problemas e propostas dos imigrantes"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.