Portugal recebe mais 21 crianças provenientes dos campos de refugiados da Grécia

Portugal recebeu esta semana um grupo de 21 crianças e jovens estrangeiros não acompanhados, naturais do Afeganistão, Paquistão, Bangladesh, Palestina, Marrocos, Iraque, Egito e Síria, provenientes dos campos de refugiados da Grécia. O acolhimento foi feito nas regiões do Norte, Centro e Lisboa.

Estas crianças e jovens, com idades a partir dos 15 anos, foram recebidas ao abrigo do Programa de Recolocação Voluntária. Foram acolhidas em Unidades de Acolhimento Especializado de caráter temporário, seguindo-se o encaminhamento para respostas adequadas às suas expetativas e projetos de vida individuais.

Reconhecendo a especial vulnerabilidade das crianças e jovens estrangeiros não acompanhados, o Governo português respondeu assim ao apelo do governo grego e da Comissão Europeia, em março de 2020, para a recolocação dos cerca de 5500 crianças e jovens que se encontravam na Grécia.

Com a chegada deste grupo, encontram-se já 121 crianças e jovens no país. Esta ação concertada tem sido reconhecida pela Organização das Nações Unidas, incluindo a Agência das Nações Unidas para as Migrações, a Organização Internacional para as Migrações, pela União Europeia e pelo Conselho da Europa. 

Portugal foi o 6.º país europeu que mais refugiados acolheu ao abrigo do Programa de Recolocação da UE, recebendo 1550 refugiados vindos da Grécia (1190) e Itália (360) entre dezembro de 2015 e abril de 2018, os quais foram acolhidos por 97 municípios. 

About the Author

Diário 560
Jornal online especializado em Economia Social