Cooperativa no Brasil restaura e preserva nascentes de rios

O projecto Olho d´Água já recuperou mais de 1.070 nascentes nas regiões de actuação da Cooperativa Agropecuária e Industrial (Cocari), presente nos estados do Paraná, Goiás e Minas Gerais.

A partir da restauração das minas, que aumenta a vazão das nascentes, o produtor passa a ter água sempre limpa, protegida contra enxurrada, erosão, fezes e urina de animais, para consumo e para atividades agropecuárias.

A restauração das nascentes é feita com base em estudos para garantir a qualidade da água. Da estrutura de solo cimento são disponibilizados canos que podem ser conectados às mangueiras que irão abastecer os reservatórios de água, que, por sua vez, irão abastecer os lares e as actividades dos cooperados.

O projecto conta com a parceria da empresa Nortox e com o apoio dos governos estaduais, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, do Instituto Água e Terra e do Instituto de Desenvolvimento Rural (IDR).

Os cadastros das nascentes para recuperação é feito por meio dos consultores técnicos da Cocari em visita às propriedades ou diretamente nas Unidades da Cocari.

O Projecto Olho D’Água tem recebido diversos prêmios pela sua contribuição ambiental, desde 2009. Em 2014, foi apresentado no Ministério da Agricultura, em Brasília, como referência em publicação que elencou as acções ambientais mais importantes em andamento no Brasil naquele ano.

A acção também recebeu o Selo Chico Mendes e conquistou o Troféu Cooperativa do Ano, em premiação da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). Em 2019, recebeu o troféu Onda Verde – Prêmio Expressão de Ecologia, da Editora Expressão.

A iniciativa vem sendo replicada em outras regiões, por meio de instituições que procuram a Cocari para levar o projeto para os seus municípios.

O desenvolvimento desse projecto contribui para a melhoria da qualidade de vida dos cooperados, respeitando o meio ambiente e o uso consciente e sustentável dos recursos naturais. É uma acção em sintonia com os pilares da sustentabilidade, sendo socialmente justa, ambientalmente responsável e economicamente viável. (Fonte: Cocari)

About the Author

Diário 560
Jornal online especializado em Economia Social