Maduro visita Havana de surpresa para celebrar Fidel Castro

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, esteve presente na quinta-feira na inauguração em Havana do Centro Fidel Castro, obra em homenagem ao líder da revolução cubana, durante a evocação dos cinco anos de sua morte.

O centro foi inaugurado oficialmente pelo presidente Miguel Díaz-Canel, na presença do ex-presidente Raúl Castro e de dirigentes do Partido Comunista. A cerimônia não teve discursos, mas foi exibida pela televisão.

Maduro, citado pela AFP, definiu Fidel Castro como “um herói transcendental e inquebrantável que soube guiar o povo cubano em meio às dificuldades”, de acordo com uma mensagem publicada no Twitter.

Castro liderou a revolução contra a ditadura de Fulgéncio Batista, que triunfou em 1959, instaurando um regime socialista que até hoje vigora. Fidel Castro adoeceu em 2006, e então cedeu o poder a seu irmão Raúl.

Decorridos cinco anos da morte de Fidel, Cuba atravessa uma profunda crise económica. O PIB registou uma contração de 11% em 2020. Para além disso, o endurecimento de sanções impostas pelo governo de Donald Trump persistem com o mandato de Joe Biden.

Fidel Castro pediu que não fossem criados monumentos em sua homenagem após a sua morte. O Parlamento cubano aprovou a lei 123 que proíbe a utilização de seu nome “para batizar instituições, praças, parques, avenidas, ruas e outros lugares públicos”. (Fonte: A FP)

About the Author

Marcelo de Andrade
Editor do Diário 560. Jornalista e Fotojornalista há 25 anos.

Be the first to comment on "Maduro visita Havana de surpresa para celebrar Fidel Castro"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.