Embaixador da Palestina não acredita na paz com Israel com política de Netanyahu

“Não acredito que haverá paz na Palestina, enquanto Netanyahu estiver a fazer de tudo para continuar o processo de ocupação dos nossos territórios”, afirmou o embaixador Embaixador da Palestina em Portugal Nabil Ahmed Abuznaid nesta quinta-feira no Porto.

O auditório da Cooperativa do Povo Portuense acolheu um debate sobre a situação em que se encontra o frágil Estado da Palestina, após a exibição do filme “Miral” (Julian Schnabel, 2010).

O embaixador-chefe da missão da Palestina em Lisboa desde 2017 criticou a inércia da Europa no conflito Palestina/Israel e afirmou que a administração Trump tem influenciado fortemente os demais países do mundo árabe contra a Palestina.

“Netanyahu [primeiro ministro israelita] deixou de se preocupar com a Palestina” desde o último acordo de paz, denuncia Abuznaid, e recorda que nunca houve acordo para solucionar a questão “das fronteiras, o uso da água e a situação dos refugiados”.

O diplomata já havia denunciado em setembro, numa carta aberta a Netanyahu, a farsa do acordo de paz entre Israel e os Emirados Árabes Unidos, países que nem sequer fazem fronteira. “O verdadeiro acordo de paz com que Israel se deveria preocupar neste momento é aquele que carece ser assinado com o povo palestiniano”, alude Abuznaid.

About the Author

Marcelo de Andrade
Editor do Diário 560. Jornalista e Fotojornalista há 25 anos.