COVID-19: Governo santomense prorroga Situação de Calamidade por mais 15 dias

O governo são-tomense decidiu prorrogar por mais 15 dias a Situação de Calamidade Pública, a entrar em vigor terça-feira, 1 de Setembro, como forma de manter algumas medidas para evitar contágio da Covid-19, anunciou o porta-voz do Executivo, Adelino Lucas, Secretário de Estado para Comunicação Social.

“Apesar de não estar a observar situações criticas nem alarmantes, o Comité de Crise decidiu e assim o Governo age, que será decretado mais um Estado de Calamidade que será 1 a 15 de Setembro próximo”, declarou Adelino Lucas no final de mais uma reunião entre o governo e os especialistas sobre a evolução da doença no país.

O porta-voz do governo explicou ainda que este Estado de Calamidade impõe-se sobretudo por duas razões, referente a abertura do ano lectivo fixada para 1 de Setembro, bem como a prevista retoma dos voos da TAP, de Lisboa para capital São Tomé e vice-versa.

Além de ter anunciado medidas especificadas quanto ao regresso das aulas e o reatamento dos voos da portuguesa TAP, este governante assegurou a continuidade de outras de medidas de combate a contaminação da doença, tendo sublinhado a obrigatoriedade do uso da máscara, distanciamento social e higienização.

A pandemia do Coronavírus já provocou 15 mortes no arquipélago, onde se regista actualmente 895 casos positivos por acumulação e 848 recuperações. (Fonte: STP Press – Texto: Ricardo Neto, Foto: Lourenço Silva)

About the Author

Diário 560
Jornal online especializado em Economia Social

Be the first to comment on "COVID-19: Governo santomense prorroga Situação de Calamidade por mais 15 dias"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.