Cooperativas eléctricas argentinas lutam contra crise

O secretário de Energia da Argentina, Sergio Lanziani, expressou recentemente a decisão do governo em trabalhar para “normalizar” a situação das cooperativas elétricas em todo o país e fornecer soluções para “resolver a dívida” verificada durante a administração anterior.

Lanziani realizou uma reunião com funcionários da Federação Argentina de Cooperativas de Eletricidade e Outros Serviços Públicos, na qual concordaram em trabalhar em conjunto em todos os problemas que estão enfrentando atualmente.

A Federação é composta por cerca de 600 cooperativas de todo o país e um dos maiores problemas que elas mantêm desde os últimos anos é o endividamento financeiro para cobrir os custos.

Nesse sentido, Lanziani disse que “o sistema energético anterior enfatizava o financeiro, por isso temos que normalizar as cooperativas daqui em diante e ver como resolvemos a dívida”.

O secretário disse ainda que fará todo o possível para ajudar as cooperativas que “durante quatro anos foram o carro-chefe do sistema nacional de energia”.

Por sua parte, oficiais da Federação disseram que “precisamos recuperar o sistema federal de cooperativas para crescer novamente, somos um dos setores que mais sofreram a crise”.
(Fonte: Telam/Gestar Coop)

About the Author

Marcelo de Andrade
Editor do Diário 560. Jornalista e Fotojornalista há 25 anos.

Be the first to comment on "Cooperativas eléctricas argentinas lutam contra crise"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.