Autoridades estimam em 12 milhões de euros para recuperar a “calamidade natural” em São Tomé

Numa reunião de Conselho de Ministros de São Tomé e Príncipe, no passado dia 6, sobre um plano de recuperação de estradas e pontes danificadas em consequência das fortes chuvas que se abateram sobre o país, as autoridades avaliaram em mais de 12 milhões de Euros (cerca de 300 milhões de Dobras).

Segundo o Director Executivo do Instituto Nacional de Estradas (INAE), o plano contempla medidas, meios técnicos e financeiros para dez pontes em situação precária, as mais graves sobre no rio Lembá, no norte da ilha, e a do rio Cantador.

A destruição resultante das fortes chuvas de 28 e 29 de Dezembro vitimou mortalmente duas crianças e danificou infra-estruturas, levando o governo são-tomense a declarar o Estado de Calamidade Natural. O número de desaparecidos ainda é desconhecido.

O Presidente da Câmara distrital de Lembá, Albertino Barros, acompanhou o Presidente da República Carlos Vila Nova no terreno, em contacto com as populações afectadas.

“Não vamos permitir que se construa residências a beira dos rios”, afirmou em declarações à imprensa local o presidente da autarquia de Lembá. “A dimensão da tarefa que temos é enorme”, afirmou o Presidente da República.

A chuva torrencial fortaleceu o caudal dos rios. Na capital São Tomé, o rio Água Grande transbordou sobretudo em consequência da acumulação do lixo, afirmou o Ministro das Infra-Estruturas, Osvaldo Abreu.

As ruas da capital se transformaram num lago. A água entrou e inundou lojas, destruiu mercadorias, danificou escritórios. Foi preciso uma rectroescavadeira para limpar o rio da capital. (Com informaçoes da imprensa local e agências)

About the Author

Diário 560
Jornal online especializado em Economia Social

Be the first to comment on "Autoridades estimam em 12 milhões de euros para recuperar a “calamidade natural” em São Tomé"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.