Associativismo Popular terá fundo municipal no Porto

0
328

A Câmara Municipal do Porto aprovou a criação de um “Fundo Municipal de Apoio ao Associativismo Popular”, no montante de 400 mil euros. A decisão tem como objetivo a dinamização e renovação de associações, coletividades e clubes populares que desempenham trabalho comunitário em todo o território.

Segundo Rui Moreira, tratam-se de “espaços privilegiados de sociabilidade, de construção de identidades e afetividades, de ocupação dos tempos lives, de dinamização da vida cultural, recreativa e desportiva, contribuindo para a coesão da cidade a diversas dimensões”. Para o autarca, autor da proposta, o trabalho das coletividades mereciam a criação de um fundo próprio.

Aproveitando uma proposta da CDU apresentada durante o debate das Grandes Opções do Plano para 2019, Rui Moreira levou a proposta à reunião de Câmara o estabelecimento de um novo programa. “A CDU propôs que fosse criado um Fundo Municipal para apoio a este tipo de coletividade popular, cuja especificidade nem sempre se enquadra nos programas já existentes, como é exemplo o apoio já concedido à inscrição de atletas, através da Porto Lazer, que em 2018 abrangeu 5.252 de atletas dos escalões de formação e uma comparticipação na ordem dos 52.800,00 euros”, explicita a proposta.

Moreira fez referência a outros programas em curso, tais como o Cultura em Expansão ou o que é conduzido pela empresa municipal PortoLazer, que apoia as associações e as coletividades a manterem a contabilidade organizada. (Fonte: CM Porto – Foto: Miguel Nogueira)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here